Adele visita bombeiros que combateram as chamas da Torre Grenfell

Fiél a si mesma, a cantora londrina Adele fez questão de visitar o quartel de bombeiros de Chelsea e agradecer à equipa pelo seu trabalho no incêndio que deflagrou na semana passada num prédio residencial em Londres.

Horas depois do incêndio que destruiu por completo a Torre Grenfell, em Londres, Adele esteve no local e não hesitou em mostrar-se solidária, reconfortando as vítimas e as famílias afetadas pelo trágico acontecimento que atingiu a capital inglesa.

Ainda assim, a cantora não se ficou por aqui. Esta segunda-feira, Adele deslocou-se ao quartel dos bombeiros de Chelsea e bebeu chá com os soldados da paz, que acarinhou, e aos quais agradeceu, como contou Rob Petty, um dos bombeiros, no Facebook.

Not everyday the wonderfully grounded and caring Adele pops into Chelsea Firestation for a cup of tea and a cuddle. X

Publicado por Rob Petty em Segunda-feira, 19 de Junho de 2017

Na fotografia que partilhou com a cantora pode ler-se a legenda: “Não é todos os dias que a maravilhosa e carinhosa Adele vem ao quartel para uma chávena de chá e para um abraço.” A cantora de 29 anos, pelo contrário, não divulgou a visita em qualquer rede social.

O fogo que consumiu a Torre Grenfell causou, segundo a polícia de Londres, 79 mortos até ao momento e deixou várias famílias desalojadas. Sensibilizadas com o desenrolar da tragédia, várias celebridades – entre as quais Céline Dion, Robbie Williams, Craig David e Lily Allen – já se uniram para gravar um “single” cujas vendas vão reverter para as vitimas do desastre.

O tema, uma adaptação da música “Bridge Over Troubled Water”, de Simon & Garfunkel’s, será lançado amanhã, dia 21 de junho.

TEXTO: Mafalda Carraxis