Há mais um concorrente da Eurovisão a atacar Salvador Sobral

Foto: Gleb Garanich/Reuters

TEXTO: Ana Filipe Silveira

O representante romeno na Eurovisão deste ano, Alex Florea, acusou a delegação portuguesa no Festival de usar “truques baratos para vencer”. E atacou Salvador Sobral: “Não tem problemas de coração mas sim de cabeça”.

A vitória portuguesa no Festival Eurovisão da Canção tem motivado muitos elogios, mas também alguns dissabores. O mais recente e, provavelmente, o mais cruel chegou da parte de Alex Florea, representante da Roménia no certame, que em entrevista ao jornal “Adevarul”, acusou Salvador Sobral de não “ter problemas de coração mas sim de cabeça”. Afirmou ainda que a delegação portuguesa “usou truques baratos para vencer”.

Foto: Facebook Alex Florea

“Usaram ‘marketing para vencer, como acontece nos nossos programas de talentos. A sua história de vida funcionou e o público comeu-a”, disse o músico, de 25 anos, que, com o tema “Yodel It!”, cantado em dueto com Ilinca, não foi além do 20º lugar no concurso.

A carregar vídeo...

“Toda a gente pensava que Itália ia vencer, mas havia uma grande confusão em Kiev (à volta de Salvador) porque ele era misterioso, não dava entrevistas, não tirava fotografias e não apareceu para os ensaios. O representante búlgaro também podia ter usado essa história, visto que não vê bem, mas não o fez”, prosseguiu, acrescentando que “os portugueses fizeram um papel”. “Vi-o em inúmeras ocasiões e não acreditei que tivesse problemas (de saúde)”.

A carregar vídeo...

Florea admitiu, no entanto, que “Amar pelos dois”, música composta por Luísa Sobra, é “excelente” e que “há muito tempo que não era escrito algo assim”. “Mas estou enervado com os truques baratos, por isso estou tão cínico. Muitas pessoas têm problemas. Mas não usam isso para vencer. Se queres vencer, usa o que fazes profissionalmente, a tua voz, o teu espetáculo. Isso é que é vencer! Também tive problemas em programas de talentos, mas nunca recorri a táticas enganosas e baratas”, terminou.

Já esta quarta-feira, Robin Bengtsson, que concorreu pela Suécia, reagiu com insatisfação às declarações do cantor português sobre o estado atual da música. “Parabéns pela tua vitória, Salvador Sobral. Eu gosto mesmo da tua canção e da forma como tu a cantas, mas acho o teu discurso, depois de ganhares o ESC, foi abaixo do nível de um verdadeiro vencedor”, escreveu no seu Instagram.

Bengtsson alertou para que “música pop ‘fast food’ pode ser a melhor coisa do mundo, no lugar e tempo certos”. “Assim como a tua bonita canção. Há espaço para todos”, rematou.