PAN chama Ljubomir Stanisic de “psicopata” com “distúrbios emocionais”

O deputado do PAN, André Silva, reagiu por intermédio das redes sociais à entrevista de Ljubomir Stanisic ao jornal “Expresso”, em que o chef sérvio confessa a satisfação que lhe proporciona “dar uma morte digna aos animais”.

André Silva, deputado do partido político Pessoas-Animais-Natureza (PAN), recorreu à sua página de Facebook este domingo para tecer duras críticas às palavras proferidas por Ljubomir em entrevista à publicação do grupo Impresa.

Segundo o porta-voz do PAN, o comportamento do campeão de audiências da estação de Queluz de Baixo é semelhante a de “uma personalidade psicopata”, que considera não se restringir ao “assassino em série”. “Um psicopata pode ser uma pessoa simpática e de expressões sensatas que, não obstante, não vacila ao cometer um atentado à vida ou à integridade de terceiros quando lhe convém e sem sentir culpa pela sua ação”, disse, rematando a missiva a descrever Ljubomir Stanisic como um indivíduo “completamente desorganizado e com distúrbios emocionais”.

Em causa estão as recente declarações do rosto do programa da TVI “Pesadelo na Cozinha” ao jornal “Expresso”, que descreveu o que o faz jubilar na cozinha. “Faz-me feliz tirar as espinhas a uma sardinha, dar um tiro num pombo ou num faisão, matar um javali e ir lá com a faca sangrá-lo, tirar-lhe o sangue todo, fazer-lhe festinhas enquanto o sangue lhe cai pelo pescoço. Deixa-me triste, mas faz-me feliz ao mesmo tempo.”

Ainda segundo o deputado português, “esta afirmação está relacionada com um padrão comportamental e/ou traço de personalidade caracterizada em parte por um comportamento antissocial, ausência de capacidade de empatia ou remorso e baixo controle comportamental e, por outro, pela presença de uma atitude de dominância desmedida.”

TEXTO: Alexandre Oliveira Vaz