Completam-se esta segunda-feira 20 anos do lançamento do primeiro livro da saga “Harry Potter”, que foi posteriormente adaptada à sétima arte, contando com Daniel Radcliffe no papel principal. Recordamos, por isso, a audição que garantiu ao ator britânico, na altura com 12 anos, fazer a interpretação que o viria a catapultar para a fama.

A autora da história, que originou no total sete livros, já reagiu na sua conta do Twitter à efeméride que se assinala neste dia. “Há 20 anos, o mundo no qual eu vivia sozinha foi subitamente aberto aos outros. Tem sido maravilhoso. Obrigado”, escreveu J.K. Rowling, que escreveu parte do primeiro enredo, “Harry Potter e a Pedra Filosofal”, na cidade do Porto, para onde foi viver em 1991.

Os fãs de “Harry Potter” têm mostrado ao longo do dia o seu contentamento pela celebração desta data. Em particular, no Facebook, que se juntou a este aniversário de uma forma especial. A rede social, fundada em 2004 por Mark Zuckerberg, permitiu aos seus seguidores que, quando escrevam as palavras “Harry Potter”, “Slytherin”, “Gryffindor”, “Hufflepuff” e “Ravenclaw”, estas mudem de cor. A iniciativa mereceu vários elogios dos internautas.

Também o Twitter não se esqueceu desta data, criando “emojis” específicos para a celebração do 20º aniversário do lançamento do primeiro livro de “Harry Potter”.

TEXTO: Dúlio Silva