Sim, nós sabemos que todas as escolhas são subjetivas. E que cada espectador pode gostar mais deste ou daquele mentor, mais deste ou daquele cantor, mais desta ou daquela música. Mas se fosse possível eleger o momento mais emocionante de sempre desde que o “The Voice” chegou a Portugal, a N-TV escolhia este.

O dueto entre Marisa Liz e Luís Sequeira, na final da edição de 2014, foi um raro momento de cumplicidade em palco. Com o concorrente a cantar o tema “Rosa Sangue” dos Amor Electro em parceria com a vocalista do grupo, e sua mentora no “talent-show”, o estúdio veio abaixo.

Marisa Liz estava grávida de sete meses e meio (o segundo filho da cantora e de Tiago Pais Dias nasceria a 17 de setembro), o que ajudou ainda mais ao ambiente daquela final, realizada em direto a 27 de julho de 2014.

Apesar dos elogios na sua prestação, Luís Sequeira “morreu à beira da praia”, já que o vencedor dessa edição foi Rui Drumond, cujo mentor era Anselmo Ralph.

Este domingo, começa tudo outra vez, com o programa a ser apresentado por Catarina Furtado e Vasco Palmeirim, e sem mexidas na lista de mentores: Mickael Carreira, Marisa Liz, Áurea e Anselmo Ralph.

TEXTO: Nuno Azinheira