O rosa é que está a dar! Conheça a casa pintada desta cor que está a fazer sucesso no Instagram

Há uma casa totalmente cor-de-rosa em Los Angeles que está a dar que falar no Instagram e a atrair milhares de pessoas para a verem e tirarem fotografias. Até lhe dizíamos para a visitar, mas receamos que já não vá a tempo, já que a casa vai ser destruída dentro de algumas semanas.

O cor-de-rosa está na moda. E na moda está também a nova estratégia usada para atrair a atenção das pessoas e da imprensa: pintar tudo dessa cor. Não está a perceber? Nós explicamos. O truque passa por criar espaços que deem umas boas fotografias e partilhas nas redes sociais, de forma a atrair mais e mais pessoas. Por exemplo, no restaurante de comida italiana “Pietro Nolita”, em Nova Iorque, tudo é absolutamente cor-de-rosa. Outro exemplo é “A Muralha Vermelha”, de Ricardo Boffil, que se tornou num “santuário” para utilizadores do Instagram de todo o mundo e num dos locais preferidos das marcas para campanhas publicitárias.

O último a juntar-se ao grupo de estrategas cor-de-rosa foi Matty Mo, de 31 anos, mais conhecido por “The Most Famous Artist”. O artista partilhou na sua conta de Instagram (e na qual já soma mais de 160 mil seguidores) várias imagens de três casas totalmente pintadas de cor-de-rosa. O hashtag, “thepinkhouse”, não tardou a surgir, e estas três vivendas têm atraído milhares de pessoas à procura de conseguir tirar a melhor fotografia.

O projeto foi criado para a The Mural Agency, uma companhia que cria “experiências instagramáveis”, isto é, atrativas esteticamente e que causem impacto das redes sociais, para marcas internacionais. A casa rosa de que lhe falamos foi utilizada para campanhas publicitárias de, por exemplo, uma marca de vinhos californianos, a Nomadica, e de uma marca de roupa masculina, a Social Civilian.

Se está a pensar na quantidade de tempo e tinta que foram precisos para conseguir cobrir três casas de cor-de-rosa, nós temos a resposta: foram gastas 8 horas e 380 litros de tinta para criar esta obra. Matty Mo fez um apelo na sua conta e pediu que “quem quisesse acabar sujo e cor-de-rosa” aparecesse na urbanização Hi Point, em Los Angeles. Pouco tempo depois já corriam fotografias da casa (já pintada), daí a ficar famosa foi uma questão de horas.

“Trata-se de um projeto conceptual de arte pública através do qual quero suscitar um debate sobre o desenvolvimento, a comunidade e a arte urbana”, declarou o artista à revista “S Moda”. Para mal de quem não conseguiu visitar este paraíso rosa, este será derrubado dentro de três semanas para construir um moderno edifício de 45 apartamentos. E ainda que se possa pensar que esta iniciativa possa ser alguma forma de protesto, esta foi, pelo contrário, incentivada pela própria empresa construtora para “evitar que a casa fosse ocupada até ao momento da demolição e para que o bairro continue a ser seguro”.

E pelas reações positivas que podemos comprovar nas redes sociais, tanto em forma de fotografias como de comentários, parece ter sido um sucesso.

TEXTO: Mafalda Carraxis