O panda gigante foi catalogado como “espécie vulnerável” pela União Internacional para a Conservação da Natureza. Não é, por isso, de estranhar que o nascimento de uma cria seja motivo de alegria.

Quando Shin Shin, habitante desde 2011 do zoológico de Uenono, em Tóquio, deu à luz, os japoneses enfeitaram as ruas para demonstrarem a sua alegria. Agora, passada uma semana, o pequeno panda, com apenas 150 gramas de peso, o primeiro a nascer em Uenono em cinco anos, está numa incubadora. O parque divulgou uma filmagem que está a derreter a internet.