Jessica Athayde revela o seu lado mais sensual: “Preciso de me aceitar mais como sou”

Não a partilhou até agora porque “ia acabar por ser só mais uma pessoa a publicar uma fotografia do rabo”. Mas chegou o momento certo: Jessica Athayde aqueceu as redes sociais com uma fotografia sua em biquíni e explica o que a motivou a torná-la pública.

A fotografia não é atual e leva a atriz a recordar os dois meses que passou na Indonésia. Três meses depois de regressar a Portugal, para começar a gravar a novela “A Herdeira”, da TVI, Jessica Athayde partilhou com os seus seguidores do Instagram uma imagem na qual se dá a conhecer como raramente o fez.

O intuito? “Ultimamente, ando a pensar em como preciso de me aceitar mais como sou… e borrifar-me no que os outros pensam”, explicou a intérprete na legenda da fotografia. Apesar das centenas de elogios ao corpo escultural que apresenta, Jessica expõe aquelas que consideram ser as suas imperfeições no registo captado na ilha de Lombok.

“O meu rabo não é assim (foi da posição). O meu bronze também nunca é este (é do sol único da Indonésia). E a tatuagem é feia, eu sei, mas é minha e faz com que me vá lembrando de aprender com os erros”, expõe.

“Ou seja, todas nós, por vontade de agradar, por insegurança, por querermos corresponder a uma imagem, usamos truques para ficarmos mais giras”, continua.

Veja a imagem publicada esta quinta-feira por Jessica Athayde na galeria acima.

Esta não é a primeira vez que a atriz aproveita a sua condição de figura mediática para difundir a mensagem de que as mulheres têm de se aceitar tal como são, sem qualquer tipo de inseguranças. Há três anos, e depois de receber críticas à sua imagem após desfilar em biquíni na Moda Lisboa, Jessica defendeu-se no seu blogue.

“Desfilei com o corpo que tenho que é o meu e no qual me sinto muito bem. […] Estes comentários [desagradáveis] foram feitos na maioria por mulheres. Mulheres, vou repetir. Mulheres que são filhas, mulheres que são mães, mulheres que ainda não perceberam que cada vez que cedem à tentação de atacar outra mulher com base nas suas características físicas, estão a enfraquecer a condição feminina, em vez de lhe dar força”, escreveu na altura.

Poucos meses depois, em março de 2015, a atriz lançou um livro cujo título é um dos lemas da sua vida – “Não queiras ser perfeita, mas faz o melhor por ti…” -, no qual fala da reaprendizagem sobre alimentação, exercício físico e saúde emocional que teve de ter após passar por um processo complicado a nível de saúde. Aos 24 anos, Jessica Athayde foi hospitalizada, tendo-lhe sido diagnosticado bulimia, um distúrbio alimentar hoje já controlado.

TEXTO: Dúlio Silva