Joana Santos: “Pensava que ia ser uma mãe muito galinha mas até sou descontraída”

Foi mãe há sete meses e não podia estar mais radiante. Durante a apresentação da nova grelha de programação da SIC, esta segunda-feira, no Teatro Tivoli BBVA, a atriz Joana Santos falou do seu primeiro rebento e do regresso à televisão.

Afastada das novelas desde 2015, altura em que participou em “Mar Salgado”, Joana Santos vai voltar ao trabalho no próximo ano. No entanto, a prioridade atual é o filho, Ari, de sete meses, fruto do casamento com o realizador Simão Cayatte.

“Acho importante acompanhá-lo a tempo inteiro neste primeiro ano de vida, todos os dias há uma diferença e acompanhar isso é maravilhoso. Agora já começa a querer gatinhar e a dar os primeiros passinhos”, conta, em declarações à imprensa.

A atriz de 31 anos acrescenta que Ari é um bebé “calminho” e diz ser uma mãe tranquila: “Pensava que ia ser uma mãe muito galinha mas até sou descontraída. Acho que isso é bom para ele, para se habituar a estar com as outras pessoas.”

Após o casamento, em julho de 2016, e do nascimento de Ari, a 12 de fevereiro deste ano, Joana Santos assume-se como uma “fada do lar” mas já sente saudades do trabalho. O regresso está previsto para 2018 e a intérprete admite que não vai ser fácil deixar o filho.

“Passei um ano inteiro com a pessoa mais importante da minha vida mas ao mesmo tempo vai ser bom para os dois”, reconhece, enaltecendo a importância de marcar presença na apresentação da Nova Temporada da Estação de Carnaxide. “É importante ter a minha vida e não estar só com ele. Ele é muito pequenino e precisa muito de mim mas eu também preciso de ser um bocadinho social.”

Confrontada com a ideia de ter um segundo filho, a atriz diz olhar para fotografias de quando estava grávida e sentir “saudades” mas não é algo que esteja nos planos, pelo menos para já. “Uma coisa de cada vez, vou aproveitar este primeiro e depois logo se vê”, conclui.