A revelação surpreendente de Jessica Athayde: “Sou fruto de uma relação duplamente extraconjugal”

São muito raras as vezes que Jessica Athayde fala sobre a família. A atriz da TVI abriu uma exceção em entrevista à revista “GQ”.

“Sou fruto de uma relação duplamente extraconjugal”, revelou a intérprete, de 31 anos. Jessica explicou que os seus pais “eram casados com outras pessoas” quando se conheceram. “A minha mãe é inglesa, de uma classe baixa, e trabalhava num hotel na linha de Cascais. O meu pai é o oposto, é de uma família com papel [dinheiro]. Conheceram-se, tiveram o seu caso. E antes de eu nascer, a minha mãe regressou a Inglaterra”, contou.

A mãe da atriz acabaria por contar ao então companheiro que se tinha envolvido com outro homem em Portugal. O casamento acabou, mas a amizade mantém-se. “Ainda se dão bem. Aliás, eles resolveram a situação e continuavam a sair juntos para beber um copo”, relata. Já o pai permaneceu no nosso país e manteve o seu casamento até aos dias de hoje.

“Eu não tive a família que uma pessoa imagina e que observa em redor. Cresci sem segurança”

Foi por isso que Jessica, que viveu com a mãe até à sua adolescência, só o conheceu quando já tinha 12 anos, quando veio para Portugal. “Só não me dou com a mulher do meu pai, que nunca quis conhecer-me. Foi a condição que [ela] impôs”.

A família disfuncional acabaria por ter consequências, como distúrbios alimentares, dos quais falou no livro que lançou em março 2015. Em “Não queiras ser perfeita, mas faz o melhor por ti…”, a atriz fala da reaprendizagem sobre alimentação, exercício físico e saúde emocional que teve de ter após passar pelo processo complicado.

TEXTO: Ana Filipe Silveira

LEIA TAMBÉM:
Jessica Athayde revela o seu lado mais sensual: “Preciso de me aceitar mais como sou”