Acusação de violação contra Cristiano Ronaldo arquivada

Fotografias: Instagram Cristiano Ronaldo

Um tribunal norte-americano arquivou a acusação de violação contra Cristiano Ronaldo devido à “conduta de má-fé” por parte da advogada de Kathryn Mayorga.

O atleta português do Manchester United viu a acusação ser arquivada, segundo a “Sky News”, este sábado, 11 de junho, por causa de conduta de má-fé da advogada Leslie Mark Stovall, que utilizou documentos confidenciais.

“Considero que a obtenção e utilização continuada destes documentos foi de má-fé e considero que desqualificar Stovall não acabará com o preconceito que Cristiano Ronaldo sofreu. As sanções severas são merecidas”, pode ler-se no documento da juíza Jennifer Dorsey.

Katryn Mayorga acusou o craque de violação num encontro que os dois tiveram, em 2009, em Las Vegas, nos Estados Unidos. Na altura, a queixosa terá recebido 325 mil euros depois de ter assinado um acordo de sigilo.