Apresentadora de televisão morta a tiro pelo marido. O motivo foi um pedido de divórcio

Uma conhecida apresentadora de televisão russa foi morta a tiro pelo marido à frente do filho de ambos, com nove anos. Tudo terá começado quando a apresentadora pediu o divórcio ao marido.

Zhanna Veber, de 29 anos, foi assassinada pelo marido, Anatoly Lontikov, de 36, à frente do filho de ambos, no passado dia 29 de dezembro. O casal estaria nesse momento a discutir a custódia da criança quando o homem foi buscar uma carabina de ar comprimido e disparou várias vezes, acabando por matar a mulher, que era uma das mais conhecidas apresentadoras da Rússia. Zhanna trabalhava atualmente para o canal Laba TV.

A discussão terá começado quando a apresentadora disse ao marido que queria o divórcio, mas tornou-se mais violenta quando o casal começou a discutir sobre quem ficaria com a custódia do filho, Dmitry, de 9 anos.

O homem ter-se-á feito valer de uma buscar uma carabina de ar comprimido e acabou por balear, várias vezes, Zhanna. A apresentadora não resistiu aos ferimentos e acabou por perder a vida a caminho do hospital. A criança, que entrara em choque ao ver a mãe atingida, foi levada pelo pai, que se pôs em fuga, mas que acabou por se entregar às autoridades momentos depois.

A imprensa russa adianta ainda que Zhanna e Anatoly estavam separados há cerca de dois anos, ainda que não tivessem oficializado a separação com o divórcio, e que, segundo vizinhos, o casal discutia regularmente desde que a apresentadora de televisão limitou as visitas do marido, depois de o ter expulsado de casa.

Os colegas de Zhanna no cana Laba TV manifestaram-se “profundamente consternados com a morte” da jovem, que descrevem como “ambiciosa, profissional, cheia de sonhos e muito simpática”. O canal emitiu programação especial em memória da apresentadora.

TEXTO: Mafalda Carraxis