“Big Brother”: Pai de Carlos tem transtorno bipolar e jovem justifica “agressividade”

Big Brother
Fotografias: Reprodução TVI

O concorrente do “reality show” da TVI escreveu na “Curva da Vida” que o pai tem um “transtorno bipolar” e que foi ausente, o que o levou a “revoltar-se”.

Carlos foi o participante escolhido para contar a sua história na “Curva da Vida”, exibida na Gala deste domingo do “Big Brother – A Revolução”.

O participante contou que o pai tem um “transtorno bipolar”: “Foi um choque vê-lo internado. Chorava sozinho. Inscrevi-me para que o meu pai me conhecesse porque eu, em 25 anos, nunca tive uma conversa séria com ele”, afirmou o jovem a Teresa Guilherme.

O afastamento do progenitor levou Carlos a ter comportamentos agressivos. “Parecia que tudo o que fazia dava errado. Senti que era a ovelha negra da família. Tinha um comportamento agressivo”, admitiu.

Durante a Gala, a namorada e a mãe de Carlos receberam uma mensagem do pai do concorrente, que frisou estar “muito orgulhoso” da prestação do filho na mansão da Ericeira. Carlos foi mesmo às lágrimas durante as nomeações quando se apercebeu do elogio paterno.