Bolsa André Sousa Bessa. Leia a “mensagem privada” que aluno da Nova mandou a Judite Sousa

Judite Sousa, de férias no Algarve, partilhou esta terça-feira, na sua página de Facebook, uma “mensagem privada” de um aluno do mestrado da Universidade Nova. A publicação tem uma razão: a jornalista quer que a sua “causa” tenha “dimensão nacional”. E lançou um desafio à sociedade civil.

“Pretendo que o meu exemplo seja continuado por todos aqueles que podem ajudar os outros, numa área como é a educação”. Foi desta forma que Judite Sousa justificou esta terça-feira a publicação de uma “mensagem privada” que recebeu de um aluno da Universidade Nova, que recebeu a Bolsa André Sousa Bessa, financiada pela jornalista, em nome do filho, falecido em 2014.

Na mensagem, o aluno Tiago Marques agradeceu a Judite Sousa a oportunidade de poder seguir os estudos, expressando a sua “profunda gratidão, felicidade e renovação de esperança” que sentiu com a atribuição da bolsa. “Essa é uma contribuição que quero devolver no futuro”, afirma.

“Estando de ferias, quis partilhar esta mensagem que acabo de receber”, escreveu Judite Sousa, num post público no seu perfil de Facebook. E explica a partilha: “É uma mensagem privada mas que eu pretendo que o meu exemplo seja continuado por todos aqueles que podem ajudar os outros, numa área como é a educação”.

A diretora adjunta de Informação da TVI, que está de férias no Algarve, onde sábado decorre a festa da TVI (ver fotogaleria), volta a reforçar que esta é a sua “causa” e lança um “desafio à sociedade civil”. “É a minha causa e ficaremos todos melhores seres humanos se outros Portugueses contribuírem para que esta causa tenha uma dimensão nacional”, escreveu.

Recorde-se que, recentemente, em testamento, Judite Sousa instituiu herdeira de todos os bens a Universidade Nova de Lisboa, o que lhe permitirá assim financiar “eternamente”, mesmo após a sua morte, a Bolsa de Estudo André Sousa Bessa e apoiar alunos carenciados candidatos ao mestrado em Finanças da Nova School of Business. “Esta é a melhor forma de homenagear o meu filho. Além disso, acho que é obrigação da sociedade civil e das famílias que têm recursos financeiros, e muitas vezes não sabem o que fazer ao dinheiro, apostar na educação. Foi o que eu fiz”, afirmou no mês passado à N-TV.

Em declarações exclusivas à nossa revista, a jornalista tornou claros os seus propósitos: “Eu tinha um único descendente, que deixei de ter, e por isso decidi perpetuar o nome dele, instituindo e viabilizando eternamente uma bolsa de estudos com o seu nome. Daqui por 100 anos ninguém vai saber quem era a Judite Sousa, mas daqui por cem anos todos vão ouvir falar do André Sousa Bessa”, afirmou.

Leia a mensagem do aluno Tiago Marques na íntegra:

“Olá Judite,

Não queria deixar de expressar a minha profunda gratidão, felicidade e renovação de esperança que senti com a atribuição da Bolsa em memória ao André Sousa Bessa.
Esta é uma contribuição que quero devolver no futuro. Sinto que devo isso.
Mas também sinto que este é um caminho que apenas agora se inicia. Um caminho cujas portas me foram abertas, mas cujo percurso falta ser percorrido com esforço e dedicação, nunca esquecendo o seu voto de confiança. Sei que também é importante fazer este percurso rodeado daqueles que nos são importantes, sem nunca nos esquecermos deles.
Afinal é preciso pensar, sentir e viver.

Um beijinho,
Tiago Marques”

André Sousa Bessa, que morreu aos 29 anos no dia 29 de junho de 2014, foi aluno do Mestrado de Finanças da Nova Schoolof Business and Economics, considerado pelo “Financial Times” como um dos 20 melhores do mundo.

TEXTO: Nuno Azinheira