Cristina Ferreira defende-se das acusações de ter ouvido “uma assassina”

A entrevista de Cristina Ferreira a Maria das Dores, condenada a 23 anos de prisão por ter mandado matar o marido, causou polémica junto a alguns seguidores nas redes sociais, que acusam a apresentadora de ter “entrevistado uma assassina”. A comunicadora da SIC defendeu-se neste sábado.

A entrevista à antiga “socialite” Maria das Dores não caiu bem junto de muitos seguidores da apresentadora da SIC Cristina Ferreira, que alegam que a profissional da estação de Carnaxide “entrevistou uma assassina”.

Perante a grande contestação nas redes sociais, Cristina Ferreira foi obrigada a defender-se este sábado publicamente. “Ouvir uma assassina não é torná-la inocente”, defendeu a apresentadora no seu perfil de Instagram.

Recorde-se que, na entrevista, Maria das Dores confessou ter sido “vítima de maus tratos” do marido, Paulo Cruz e confessou que o mandou assassinar em 2007: “Foi depois de muita muita coisa. Muitos episódios de maus-tratos verbais (…) Era tratada como ‘não tens braço. Pesas 100 quilos’”, justificou-se Maria das Dores a Cristina Ferreira.

TEXTO: Rui Pedro Pereira

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.