De “American Gigolo” a lenda da alta-costura. Estilista italiano Giorgio Armani comemora 84 anos

O estilista italiano Giorgio Armani comemora esta quarta-feira o seu 84.º aniversário, mas apesar da idade avançada mantém-se bem ativo na empresa que fundou em 1974.

O salto para a fama deste que é considerado como uma lenda da alta-costura aconteceu em 1980, quando o italiano foi responsável por vestir Richard Gere em “American Gigolo”, filme no qual este foi protagonista e contracenou ao lado de Lauren Hutton.

Desde então, Armani nunca mais desfez a sua ligação ao mundo da sétima arte, como revelou o próprio estilista, em 1990, num documentário realizado por Martin Scorsese, “Made in Milan”, no qual declarou o cinema como o seu “primeiro e verdadeiro amor”.

Em mais de 40 anos de trabalho, Giorgio Armani criou um autêntico império e mudou os hábitos de vestuário de homens e mulheres um pouco por todo o mundo. Segundo dados da revista “Forbes”, o famoso estilista é dono de um património avaliado em mais de 6 mil e 800 milhões de euros e todos os anos fatura cerca de 2 mil e 500 milhões de euros.

Caso não obtivesse sucesso no mundo da moda, a alternativa mais provável teria passado pela medicina. Armani ainda estudou na Universidade de Milão durante três anos, mas interrompeu o curso para ingressar no serviço militar. Depois, arranjou emprego nas galerias La Rinascente, onde descobriu esta sua outra faceta.

TEXTO: Duarte Lago