Em retrospetiva de 2023, Iolanda Laranjeiro confirma separação de Marcantonio Del Carlo

Iolanda e Marcantonio Del Carlo
Iolanda Laranjeiro confirma separação [Fotografia: Instagram/Iolanda Laranjeiro]

Foi através das redes sociais que Iolanda Laranjeiro refletiu sobre 2023, ano em que perdeu os pais e separou-se de Marcantonio Del Carlo.

Um ano atribulado: Iolanda Laranjeiro fez, através das redes sociais, uma reflexão sobre 2023, um ano de grandes perdas e mudanças na vida da atriz, e notou que entra “em 2024 desfeita”.

Na publicação, Iolanda falou sobre a morte dos pais e confirmou a separação de Marcantonio Del Carlo, com quem tem uma filha, Simone, de três anos.

Leia a publicação na íntegra

“Em 2023 a minha vida mudou para sempre. Os meus maiores pesadelos tornaram-se realidade e dei também os passos mais corajosos. Porque onde há medo só há duas opções: ou fugir ou aprender a seguir. Comecei, vivi e acabei o ano a aprender a seguir”, começou por referir.

Em 2023 a minha vida mudou e eu mudei a minha vida. O meu pai foi-se embora, a minha filha passou a ter duas casas e no final do ano, quando nada fazia prever, também a minha mãe seguiu viagem. O meu pai já tinha iniciado a sua viagem de ida, foi difícil mas inevitável aceitar”.

“A minha filha aprendeu que se pode multiplicar em vez de subtrair e eu e o Marcantonio Del Carlo provamos a cada dia que ser família e amor é muito mais que qualquer convenção. Somos e seremos sempre casa da Simone e um do outro. E a Simone passou a ter duas casas e diz isso de forma orgulhosa, qual brinquedo exclusivo do qual é privilegiada detentora”.

A minha mãe foi-se embora sem avisar, sem pedir licença, sem preparar estrada. Para ela ou para nós. E depois de se ir embora, sem qualquer despedida, estamos aqui presos num tempo que não dominamos, em esquinas sombrias, a tentar sobreviver aos dias que passam sem nos deixarem avançar”.

“Nesta foto, sou eu. A olhar para a vida e a sorrir. Em 2023 também sorri muito. Voltei a acreditar numa data de coisas. A vida brindou-me com surpresas maravilhosas. Neste momento, a dor é convidada intrusiva dos instantes. Mas partilha mesa e teto com amor, amizade e esperança. Entro em 2024 desfeita. Entro também em 2024 com esperança e amor”.

“Um encontro maravilhoso que 2023 me deu disse-me ‘quando te faltarem as forças, olhas para a tua filha e já está. Sabes o caminho’. Entro em 2024 a agradecer o caminho à Simone. Entro em 2024 de mãos dadas com mais força à minha irmã, Fábia, e aos meus sobrinhos João e Lara. Entro em 2024 a agradecer ao pai da minha filha que será sempre casa para ela e para mim. Entro em 2024 a agradecer as surpresas maravilhosas que 2023 me trouxe e com fé no futuro”.

“São dias de choro e aflição. Mas são dias também de agradecer. E de saber que melhor ou pior, onde há medo só há uma opção: aprender a seguir”, concluiu.