Indignação e humor nas reações das figuras públicas ao ataque a Luís Montenegro

Luís Montenegro, líder do PSD
Luís Montenegro é atingido com tinta por ativistas climáticos [Fotografia: ANDRE KOSTERS/LUSA]

Durante uma visita da Aliança Democrática à Bolsa de Turismo de Lisboa, Luís Montenegro e Nuno Melo foram atingidos com tinta verde por ativistas climáticos. Nas redes sociais, algumas figuras públicas já reagiram.

Uns em tom de graça e outros sem achar graça: depois do ataque ao líder do Partido Social Democrata, Eduardo Madeira, António Raminhos e “A Pipoca Mais Doce” foram algumas das figuras públicas que se manifestaram.

“Este gesto disparatado dos ativistas climáticos é bastante contraproducente. Cria antipatia para a justa causa do clima e gera uma onda de simpatia para com a vítima”, referiu Eduardo Madeira.

O humorista recordou a “bolachada que deram ao Soares na Marinha Grande e que o fez vencer as eleições”: “Montenegro agiu com uma calma olímpica e bem pode sorrir. Saiu-lhe um bónus que o pode levar a ser primeiro-ministro com uma folga simpática”.

Em contrapartida, António Raminhos e Ana Garcia Martins, “A Pipoca Mais Doce”, brincaram com a situação.

“A minha questão é: e que tipo de tinta era? Era biodegradável? Biológica? Amiga do ambiente? E para onde foi a lata? Era de metal ou plástico? Colocaram-na no ecoponto? E a água que se gasta para limpar? E o detergente? Isto não é só protestar pelo fim dos combustíveis fósseis”, escreveu Raminhos na conta de Instagram.

Ana Garcia Martins partilhou a imagem do momento e comparou Luís Montenegro a Maria José Valério, intérprete da “Marcha do Sporting” cuja a característica eram as madeixas verdes.