Iva Domingues: “A minha filha será sempre a minha prioridade”

TEXTO: Ana Filipe Silveira

Carolina vai concretizar este ano o desejo de estudar nos Estados Unidos. A mãe, a apresentadora Iva Domingues, acompanha-a nesta aventura e contou à Notícias TV que o que mais lhe vai custar é o afastamento geográfico da mãe.

Iva Domingues vai deixar Portugal neste verão. A apresentadora da TVI está de partida para os Estados Unidos, onde vai ser a correspondente da estação de Queluz de Baixo em eventos de música, moda e cinema. “Estou otimista e ansiosa, mas faz parte do processo. Sinto mais coisas boas do que menos boas. Tenho receio, o que é natural. Se não tivesse receio e algum medo de que as coisas não corressem bem, acho que não seria normal. Estou sobretudo muito motivada”, disse Iva Domingues à Notícias TV.

A iniciativa de mudar de ares partiu da própria apresentadora, quando se viu confrontada com o desejo da filha, Carolina, fruto da relação com o jornalista da SIC Pedro Mourinho, em ir estudar realização e guionismo para aquela cidade. “Esta é uma conversa que nós temos há uns anos, não é de agora. Fui a Los Angeles duas vezes para tentar perceber o mercado e perceber o que faltava cá e que podia ser feito lá”, explicou a apresentadora.

A profissional da TVI desenvolveu durante dois meses “uma proposta nas três áreas de atuação – informação, entretenimento e digital” -, que lhe valeu no imediato elogios de todos os seus diretores. “Fiz um levantamento de tudo o que era possível de ser televisionado, com a calendarização, mês a mês, de um ano inteiro de eventos artísticos e culturais”, acrescentou.

A partida de Iva está agendada para agosto e, para já, prolonga-se por um ano. A expectativa é grande e a apresentadora está preparada para as “dificuldades naturais de adaptação de quem muda da sua zona de conforto”.

Fotografia: Facebook Iva Domingues

“A Carolina está um bocadinho mais assustada do que eu, porque tem 14 anos. As amizades que ela vai deixar para trás, o desconhecido… Faz parte deste processo todo haver aquele momento em que estamos um bocadinho “Ó meu deus, e agora o que é que vai acontecer?””, descreveu à nossa revista. E prossegue: “Ela será sempre, pelo menos até ser independente e adulta, a minha prioridade. Se ela não estiver bem, estarei sempre atenta a isso.”

O que mais vai custar a Iva é o afastamento geográfico da mãe: ” Sei que Lisboa estará sempre aqui e que o meu país também (…) A minha mãe é o que me quebra o coração. (pausa) Sei que ela me pode visitar, passar dois meses lá comigo e voltar.”

A experiência e a adaptação da apresentadora num outro país vão estar retratadas num projeto digital apresentado esta segunda-feira pela apresentadora, a que deu o nome “La La Lander“.