Jamie Oliver está em “choque total” com morte de Anthony Bourdain. “Ele quebrou realmente o paradigma”

Jamie Oliver, colega de profissão de Anthony Bourdain, que esta sexta-feira foi encontrado sem vida num quarto de hotel em França, diz estar em “choque total” com a morte do famoso chef de cozinha.

Jamie Oliver foi uma das primeiras personalidades ligadas ao universo da culinária a reagir à morte de Anthony Bourdain. Numa mensagem partilhadas nas redes sociais, o chef de cozinha mostrou-se completamente surpreendido com o facto de o colega ter colocado um ponto final à sua vida.

“Tenho de dizer que estou em choque total depois de ouvir que o incrível Anthony Bourdain morreu. Ele quebrou realmente o paradigma, impulsionou a conversa culinária e foi o mais brilhante escritor… Ele deixa chefs e fãs em todo o mundo com um enorme buraco que jamais será substituído…”, escreveu.

Anthony Bourdain, de 61 anos, encontrava-se em França a trabalhar num programa de televisão sobre Estrasburgo e foi encontrado sem vida num quarto de hotel pelo chef francês e seu amigo Eric Ripert.

A CNN, para o qual Bourdain trabalhava, foi o primeiro órgão de comunicação social a avançar com a notícia da sua morte, emitindo um comunicado no qual adiantava que o chef tinha colocado um ponto final na sua vida. Esta informação foi, mais tarde, confirmada pelo ministério público da localidade francesa de Colmar.

O cozinheiro deixa uma filha, Ariane, nascida em 2007, fruto do seu segundo matrimónio, com Ottavia Busia. Separaram-se em 2016, após nove anos de relação. Antes, Bourdain tinha sido casado com Nancy Putkoski.

VEJA TAMBÉM:

Namorada de Anthony Bourdain já reagiu ao suicídio do chef. “Ele deu tudo de si em tudo o que fez”

TEXTO: Dúlio Silva