José Castelo Branco: “Estou farto de ser julgado indecentemente”

José Castelo Branco no
[Fotografia: TVI/Divulgação]

Após ser acusado de violência doméstica pela companheira de longa data, Betty Grafstein, José Castelo Branco continua a reclamar inocência.

Num vídeo divulgado no Instagram, José Castelo Branco, de 61 anos, posou sorridente ao lado dos fãs e aproveitou para voltar a reclamar inocência.

“Estou farto de ser julgado, de ser julgado indecentemente. Não fiz mal à minha Betty, não era ao fim de 30 anos que ela vinha com histórias”, referiu o socialite, que é acusado de violência doméstica pela designer de joias, de 95 anos.

“São histórias da Marcella [Fernandes], sim, que é uma invejosa e daquela apresentadora de cabelo encarnado, lá da TVI, uma moçambicana, Conceição Queiroz, e do filho, Roger [Basile]. Fizeram esta tramóia toda e mais os Pedros Picos”, acrescentou.

No fim, o “conde”, como também é conhecido, afirmou não ter “medo de ninguém, porque quem não deve, não teme”.

Vale recordar que, após um mês internada no hospital CUF Cascais, devido a fratura no fémur e uma “ferida traumática” no antebraço esquerdo, a joalheira, que confidenciou os maus-tratos por parte do marido à equipa médica que a acompanhava, teve alta e seguiu para os Estados Unidos.