Juan Carlos García/Óbito. Futebolista vítima de leucemia sepultado na terra natal

Juan Carlos Garcia. Fotografia: Jeon Heon-Kyun/EPA

O futebolista internacional hondurenho Juan Carlos García, que morreu na segunda-feira à noite, aos 29 anos, vítima de leucemia, foi a sepultar esta quarta-feira em Tela, a sua cidade natal.

Familiares, vizinhos, amigos e companheiros assistiram às cerimónias fúnebres de Juan Carlos García, cujo caixão foi coberto com a bandeira das Honduras. Durante a cerimónia foram lançados para o céu dezenas de balões brancos em jeito de homenagem

A leucemia diagnosticada em 2015, quando representava os ingleses do Wigan, levou-o a deixar os relvados, mas o jogador ainda regressou em 2016/2017, época em que teve uma recaída e não chegou a jogar.

O defesa esquerdo somou 38 internacionalizações com as Honduras, tendo participado
no Mundial 2014 no Brasil.

Tanto o clube inglês Wigan, ao serviço do qual fez apenas um jogo após chegar proveniente do CD Olimpia, das Honduras, como o Tenerife, equipa espanhola onde também alinhou, lamentaram a morte do jogador e expressaram as condolências à família e amigos.

TEXTO: Lusa