Luciana Abreu mostra-se afetada com a vida íntima exposta em tribunal: “Foi violento”

Luciana Abreu
Fotografia:: Instagram Luciana Abreu

Depois do ex-marido, Daniel Souza, ter sido condenado por violência doméstica, Luciana Abreu mostrou-se arrasada por ter visto a sua vida íntima exposta em tribunal.

A cantora admitiu que não quer que o seu ex-companheiro esteja preso devido às filhas que têm em comum, Amoor e Valentine. Lembre-se que Daniel Souza foi condenado a dois anos e quatro meses de pena suspensa e uma indemnização de três mil euros.

“Não quero um pai preso para as minhas filhas. Apenas queria – e foi por isso que sempre lutei – que se soubesse a verdade”, começou por dizer à revista “TV Guia”, assegurando de seguida: “Não queria limpar a minha imagem, como disseram, queria que se fizesse justiça. Tanto nesta situação como com o Yannick. Pretendia que as pessoas soubessem a verdade, já que a minha vida foi exposta desta maneira”.

Durante as audiências, a também apresentadora viu a sua vida íntima ser detalhada: “Foi muito violento”, afirmou a artista, referindo que “não estava à espera” porque “nunca tinha estado num julgamento” deste género.

A apresentadora do “Domingão”, da SIC, garantiu que o dinheiro que vai receber do ex-marido vai reverter para a Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) para “incentivar mais mulheres a fazerem denúncias”.

Além das gémeas, Amoor e Valentine, Luciana Abreu também é mãe das filhas mais velhas, Lyonce e Lyannii, que nasceram durante o relacionamento terminado com Yannick Djaló.