Luciana Abreu põe tudo em pratos limpos. “Não canto em playback, não cobro essa importância”

Luciana Abreu está indignada com as notícias de que teria cobrado 3 700 euros para cantar três músicas em playback numa festa popular no Pinhal Novo. São “mentirosos”, diz a artista.

A notícia foi avançada pela revista “TV Mais” e replicada por outras publicações online, mas Luciana Abreu veio já desmentir ao início da tarde desta quinta-feira nas suas redes sociais.

“Desminto, ou aliás, chamo-os de mentirosos, a quem escreve o texto, sobre o cachet que afirmam que eu cobrei por três musicas, no Pinhal Novo, na Festa da Radio Popular FM, quando eu simplesmente OFERECI, JUNTAMENTE COM OS MEUS MÚSICOS, A NOSSA ATUAÇÃO”, escreve a cantora e apresentadora no seu Instagram.

Luciana coloca os pontos nos I’s: “Mais digo: não canto em playback, não cobro essa importância”, esclarece, acrescentando que tudo não passa de “mais outra mentira e abuso de confiança”.

Segundo a edição desta semana da revista “TV Mais”, publicada esta quarta-feira, Luciana Abreu terá recebido 3700 euros para cantar três músicos com recurso a playback.

“Foi uma atuação breve, cantou 3 músicas, mas quem estava presente delirou”, contou uma fonte à revista de televisão, numa versão que a eterna Floribella veio agora desmentir.

Poucos minutos depois do esclarecimento indignado de Luciana Abreu, começaram a surgir os comentários. São vários e quase todos de apoio à cantora.

“Estāo todos falidos. Querem vender à tua custa”, diz uma seguidora, enquanto outra pergunta: “Para além de ser uma mentira sem dimensão, onde andam as vozes de todos energúmenos para falarem daqueles que ganham milhões?!”

TEXTO: Nuno Azinheira