Marco Paulo vai a Fátima: “A minha vida está nas mãos de Deus e de Nossa Senhora”

Fotografia: Instagram SIC/Pedro Melo

Devoto de Fátima há muitos anos, Marco Paulo vai em peregrinação até ao Santuário, mas pretende passar despercebido aos outros fiéis.

Depois de ter realizado os primeiros tratamentos de quimioterapia na sequência da luta contra o cancro no pulmão direito, Marco Paulo prepara-se para partir para Fátima, como confessou à edição desta semana da revista “TV Mais”.

“Mesmo sentindo que estou frágil, não deixo de ir a Fátima. Tenho de agradecer e pedir para ter forças, pois só assim conseguirei ultrapassar isto tudo e voltar a cantar”, começou por referir à publicação semanal.

“Há muitos anos que vou a Fátima como peregrino para agradecer por ter saúde. A minha vida está nas mãos de Deus e de Nossa Senhora”, acrescentou.

Apesar da deslocação ao Santuário, o cantor pretende passar despercebido, devido ao estado de saúde frágil neste momento. “Vou para estar calmo e sereno e quando me disserem que alguém quer falar comigo, dar-me um beijinho, desejar as melhoras ou cumprimentar estarei disponível”, rematou.

Recorde-se que Marco Paulo luta contra o cancro no pulmão direito e, em conversa com a colega de ecrã na SIC Ana Marques, já tinha confessado que ia começar a fazer sessões de quimioterapia.

“Nas próximas semanas vão voltar a ver-me diferente e com menos cabelo”, referiu o intérprete de grandes êxitos da música ligeira portuguesa, em lágrimas. “Perguntei à médica se esta quimioterapia ia fazer cair o cabelo e ela disse-me que ‘sim’”.

“Isso magoa-me, não é fácil. Mas se é para superar e ficar bom, vou ter de fazer. As pessoas até dizem que fico bem careca, não achava graça, mas agora estou mais disponível, porque quero curar-me”, concluiu Marco Paulo, que avisou os fãs que, nos próximos tempos, está impedido pelos médicos de cantar.

A caminho de Fátima está, também, o ator e repórter da SIC Miguel Costa. A atriz Sofia Alves também é devota e costuma ir ao Santuário para as celebrações do dia 13 de maio.