Morreu o jogador Edu, de 20 anos, vítima de cancro. Boavista coloca bandeira a meia haste

Fotografia: Facebook Boavista Futebol Clube

O Boavista pôs a sua bandeira a meia haste em memória do avançado Edu, de 20 anos, que morreu este domingo, no Porto, depois de há cerca de um ano lhe ter sido diagnosticado um cancro na perna direita.

O clube informou, também, que o seu presidente, João Loureiro colocará este domingo, pelas 17.00, uma vela e um ramo de flores junto ao mural dedicado a Edu, no exterior do Estádio do Bessa.

“Este gesto humilde significará o reconhecimento e homenagem pelas ações do Edu Ferreira enquanto desportista, homem e boavisteiro”, explicam os “axadrezados”.

O jovem futebolista lutou contra um tumor no
fémur perna direita desde novembro de 2016,
tendo sido a 8 desse mês que o Boavista
oficializou a doença do seu futebolista.

“Edu partiu, mas nunca nos vai deixar! Compreender a partida pode ser algo muito difícil, principalmente quando a tristeza bate à nossa porta porque acabamos de perder um dos nossos”, lê-se no comunicado em que o Boavista informou que Edu havia morrido.

Edu Ferreira interrompeu a sua carreira desportiva logo que a doença foi conhecida e, desde então, submeteu-se a tratamento.

O jogador havia sido promovido ao plantel
sénior do Boavista precisamente
na época 2016/17.

O Boavista informou ainda que o corpo do jogador estará na Igreja de Aldoar, na próxima terça-feira, e que o funeral realizar-se-á no dia seguinte, às 10.00, partindo daquela igreja para cemitério de Paranhos, no Porto.

TEXTO: Lusa