Morreu o jornalista Pedro Rolo Duarte. Tinha 53 anos

Pedro Rolo Duarte estava internado na unidade de cuidados paliativos do Hospital da Luz, em Lisboa, onde tinha dado entrada de urgência há duas semanas, avança a TVI24. Morreu esta sexta-feira de manhã. Tinha 53 anos.

Depois de no ano passado ter superado um cancro no pulmão, o jornalista e radialista não resistiu a um cancro no estômago. Trabalhou em jornais, em rádio e em televisão, tendo passado pela direção do “Diário de Notícias” entre 2004 e 2005, mas também pelos jornais “Se7e”, “O Independente”, que fundou, e “i” e pelas revistas “Kapa” e “Visão”.

Em TV, conduziu o programa de entrevistas “Falatório”, na RTP2, entre 1996 e 1997. O seu mais recente trabalho foi “Hotel Babilónia”, o programa de rádio da Antena 1, onde esteve ao lado de João Gobern.

Recorde aqui a entrevista a João Lobo Antunes feita no “Falatório” em 1998:

A carregar vídeo...

“A verdade – aquela que, com unhas e dentes, ninguém nos tira – é que fizemos, singularmente, muita coisa juntos. Mas não te aconchegues: ainda falta muita coisa. Algumas estão marcadas – algumas há muito, muito tempo – e outras, as melhores, ainda estão por marcar, vê lá tu. (Vê lá essa merda)”, escreveu Miguel Esteves Cardoso, com quem Pedro Rolo Duarte fundou o semanário “Independente”, na sua crónica da passada segunda-feira no jornal “Público”.

TEXTO: Ana Filipe Silveira