Morreu o “primeiro-gato” da Nova Zelândia. Paddles era famoso no Twitter

O gato da primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinta Ardern, foi atropelado perto de casa, na passada terça-feira. O condutor levou o gato a um veterinário, mas Paddles não sobreviveu.

O animal, que foi apresentado ao país como o “primeiro-gato” e era presença assídua nas redes sociais, foi atropelado e morreu, semanas depois de a família se mudar para Auckland, após as eleições neozelandesas.

Um porta-voz da primeira-ministra disse que o gato, que tinha sido adotado numa associação de prevenção da crueldade contra animais, foi atropelado perto de casa, na terça-feira. O condutor levou o gato a um veterinário, mas Paddles não sobreviveu.

Paddles era conhecido pelo grande público do seu país e até tinha direito a uma conta no Twitter. “Olá, sou o Paddles e sou o ‘primeiro-gato’ da Nova Zelândia”, pode ler-se na fotografia em que o animal foi apresentado no Twitter. A conta foi criada dias depois de Ardern ter sido eleita, a 19 de outubro.

Veja na galeria alguns dos melhores registos do animal.

TEXTO: Mafalda Carraxis