Musical “Chicago” cancelado devido a casos positivos de covid-19

Inês Herédia
Fotografia: Instagram Inês Herédia

O musical “Chicago”, do qual faz parte Inês Herédia, foi cancelado devido ao facto de alguns elementos da equipa terem testado positivo à covid-19.

A notícia foi avançada pela produtora “Força da Produção” e partilhada por vários atores.

“CHICAGO. Teatro da Trindade INATEL. Lamentamos informar que as sessões dos dias 29 e 30 de Dezembro do espetáculo CHICAGO foram canceladas, devido a casos positivos de COVID-19 no elenco”, lê-se.

No entanto, a produtora garantiu que o reembolso pode ser pedido até 5 de janeiro nos pontos de venda, onde adquiriram o bilhete. Quem também não ficou indiferente e partilhou a notícia foi Inês Herédia que integra o elenco do espetáculo.

“No domingo fizemos o espetáculo já com algumas baixas, e com alguma consciência de que podia ser o último. Talvez devêssemos levar isto desta pandemia perversa”, começou por escrever.

A intérprete aproveitou para fazer uma reflexão sobre a situação atual. “Esta urgência em fazer como se pudesse não haver mais. Estamos há dois anos nisto e sinto que é a maior aprendizagem que estou a levar. É preciso estar em paz, sempre. Não sabemos como é amanhã. É preciso dizer às pessoas que gostamos delas e que nos preocupamos com elas. É preciso gerir energias e distribuí-las por quem realmente precisa e por quem amamos”, acrescentou.

De seguida a atriz apaziguou os fãs e garantiu estar negativa: “Obrigada, Chicagoes. O Coliseu do Porto é nosso. Por aqui estamos negativos, sem sintomas, com testagens diárias e com todos os cuidados há já algumas semanas. Agora é rezar para que esses cuidados tenham sido suficientes”.