Nora de Donald Trump hospitalizada depois de abrir carta com pó branco

Donald Trump com o filho, Donald Trump Jr. e a nora, Vanessa Trump. Fotografia: Mike Segar/Reuters

Uma das noras do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi esta segunda-feira conduzida a um hospital de Nova Iorque depois de ter aberto um envelope suspeito com um pó branco desconhecido que tinha sido enviado para sua casa.

A carta vinha dirigida a Donald Trump Jr., o filho mais velho do presidente dos Estados Unidos, mas acabaria por ser aberta pela sua mulher, Vanessa, informou o canal de televisão norte-americano ABC.

Vanessa e duas outras pessoas foram descontaminadas no local por uma equipa de bombeiros e depois trasladadas para um hospital de Nova Iorque, por precaução.

Segundo os meios de comunicação norte-americanos, tanto Vanessa como duas outras pessoas encontram-se bem.

A comunicação social local noticiou que, de momento, não há qualquer indicação de que o envelope continha uma substância perigosa ou um agente biológico.

A antiga modelo mora com Donald Trump Jr. num apartamento na rua 54 de Nova Iorque.

O incidente fez lembrar os ataques com esporos de antraz, nos dias a seguir aos atentados de 11 de setembro de 2001, quando envelopes com a substância foram enviados para os gabinetes de vários políticos e órgãos de comunicação social, fazendo cinco mortos.

TEXTO: Lusa