“Que se f*** o Trump”. Robert De Niro volta a descarregar a sua ira no presidente dos EUA

Na cerimónia de entrega dos “Tony Awards”, o ator de 74 foi o escolhido para subir ao palco para apresentar uma momento musical e aproveitou a ocasião para deixar uma mensagem ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Quando subiu ao palco do Radio City Music Hall, em Nova Iorque, Robert De Niro não teve meias palavras. Naquela que seria a apresentação da atuação de Bruce Springsteen, De Niro começou o discurso com uma mensagem para a Casa Branca.

“Eu tenho que dizer isto. Que se f*** o Trump”, disse. Enquanto o público aplaudia de pé as palavras dirigidas a Donald Trump, o ator acrescentou que “chega de ‘abaixo com o Trump’, é mesmo ‘que se f*** o Trump'”.

A carregar vídeo...

Esta não é a primeira vez que Robert De Niro ataca ao presidente dos Estados Unidos. Três dias antes, o ator falou na cerimónia de entrega dos prémios “American Writer” e disse a um grupo de alunos que “Donald Trump é um fornecedor de tretas”.

O ator nunca escondeu o seu ‘ódio’ por Trump. Depois da eleição de Donald Trump como presidente dos Estados Unidos, Robert De Niro, como coproprietário dos restaurantes Nobu, proibiu-o de entrar em todos os estabelecimentos.

TEXTO: Miguel Lopes