Rei Philippe processa cadeia de fast food por causa de um anúncio

TEXTO: Alexandre Oliveira Vaz

O anúncio publicitário da “Burger King” levou a Casa Real da Bélgica a processar a cadeia de fast food.

A chegada da “Burger King” à Bélgica está a levantar polémica. O anúncio promocional da cadeia, que chega ao país no próximo mês, não agradou à família real belga.

A imprensa local afirma que a “Burger King” já está a ser processada pela Casa Real. O alvo de descontentamento é a mensagem transmitida no anúncio publicitário, em que a marca pede aos belgas para escolherem o seu “verdadeiro rei”.

A escolha apresenta duas hipóteses, representadas pela mascote da cadeia e pelo rei Philippe: “Dois reis. Uma coroa. Quem vai governar?”. Os internautas são motivados a participar numa votação online e quando escolhem a opção do rei Phillipe são confrontados com questões como “Tem a certeza?” e “Ele não cozinha batatas fritas para si?”.

“Dissemos-lhes que não estávamos satisfeitos por eles terem usado uma imagem do rei na campanha. A imagem do rei Philippe não pode ser explorada para fins comerciais”, explicou Pierre-Emmanuel de Bauw, porta-voz da Casa Real belga.

A empresa que detém os direitos do franchise belga da “Burger King”, a Restaurants Brand International, já avançou que está a ser averiguada a possibilidade de a campanha ser alterada.