Rita Ferro Rodrigues: “Não sou apreciadora da revista ‘Cristina’. Nunca fui”

Chega esta terça-feira, dia 7, às bancas um novo número da revista dirigida pela apresentadora Cristina Ferreira. Entre as quatro capas que vão estar ao dispor dos leitores há uma que está a dar que falar: aquela cuja protagonista é Lili Caneças.

As opiniões dividem-se e até a colega de profissão Rita Ferro Rodrigues quis expor a sua. Numa mensagem partilhada nas redes sociais, a profissional da SIC destaca a “coragem” e a “importância” de uma capa como a que a “socialite” aceitou fazer, em que surge agarrada a um homem mais novo numa pose a apelar à sensualidade e sexualidade.

Recorde na fotogaleria as capas mais icónicas da revista “Cristina”.

Todavia, a apresentadora de “Juntos à Tarde” assume, sem qualquer hesitação, não ser “apreciadora” do projeto editorial levado a cabo pela estrela da TVI, nas bancas desde março de 2015.

“Não sou apreciadora da revista ‘Cristina’. Nunca fui”
Rita Ferro Rodrigues

“Não posso (nem quero) porém deixar de refletir sobre a razão que leva tanta gente a enxovalhar esta capa. Será porque aparece uma mulher com mais de 70 anos com atitude sexual?”, acrescenta na mesma nota uma das mentoras da plataforma Capazes, que levou os seus seguidores a uma discussão sobre o assunto.

Na sua conta de Instagram, Filomena Cautela também espoletou diversas reações sobre a escolha editorial de Cristina Ferreira em usar esta fotografia de Lili Caneças, de 73 anos. Para o rosto de “5 para a meia-noite”, da RTP1, quem toma esta decisão – leia-se, Cristina Ferreira – sabe que vai gerar controvérsia.

“Parece que esta é a capa da polémica do dia. Que dizem? Eu digo que infelizmente sei que ainda somos um país que vê esta capa como polémica e que quem a faz também sabe”, lê-se.

TEXTO: Dúlio Silva