Rose McGowan acusada de posse de droga. Atriz acusa produtor Harvey Weinstein de a tentar silenciar

A vida não está fácil para Rose McGowan. Depois de terem sido encontrados vários sacos de cocaína na mala de Rose McGowan, no início deste ano, a atriz foi esta segunda-feira acusada de posse ilegal de droga.

O caso remonta a janeiro de 2017, quando foram encontrados vestígios de cocaína numa mala que Rose deixou no avião, no Aeroporto de Internacional de Dulles, em Washington. Seis meses depois, a atriz é acusada de posse de droga.

De acordo com o advogado da intérprete, José Baez, “Rose mantém sua inocência”. Em declarações à revista “People”, “essas acusações nunca teriam sido feitas se não fosse pelo seu ativismo como uma voz para as mulheres em todos os lugares”, afirmou o seu representante legal.

A atriz, de 44 anos, alega que ficou sem a sua mala durante cinco horas e que “alguém” terá colocado droga no seu interior. Rose acredita que se trata de uma tentativa do produtor Harvey Weinstein de tentar silenciá-la, depois de o ter acusado de assédio sexual.

Se for comprovado que a droga pertencia realmente à estrela de Hollywood, McGowan enfrenta uma pena de até 10 anos de prisão.

TEXTO: Miguel Lopes (com AFS)