Russel Simmons enfrenta nova acusação de violação. Produtor musical está envolvido em 17 casos

O produtor musical norte-americano Russel Simmons está a enfrentar uma nova acusação de abuso sexual. Alegada vítima é antiga funcionária da editora discográfica Def Jam.

O caso remeterá para o ano de 1994. Sil Lai Abrams, de 47 anos, hoje escritora e ativista da luta contra a violência doméstica, alega ter sido vítima de violação por parte de Russel Simmons.

De acordo com o que foi revelado ao The Hollywood Reporter, Abrams conheceu o produtor musical norte-americano em 1986, altura em que estaria a trabalhar numa discoteca em Nova Iorque. Nesse mesmo ano, os dois chegaram a manter uma relação consensual.

Depois de ter assumido funções como assistente executiva numa das suas empresas, a editora discográfica Def Jam, mudou-se temporariamente para a Florida, tendo regressado mais tarde à cidade de Nova Iorque.

Numa noite, os dois voltaram a encontrar-se. Sil, na altura com 24 anos, terá dito a Russel que estava num relacionamento com outra pessoa, pedindo que ficassem apenas amigos – situação com que o produtor alegadamente concordou.

No entanto, nesse mesmo dia, depois de ter ficado embriagada, a mulher contou que foi levada para o apartamento do escritor. Aí, alega que foi abusada sexualmente enquanto estava a dormir.

Por sua vez, Russel Simmons, de 60 anos, nega as acusações. O produtor está agora envolvido em 17 casos de alegado assédio ou abuso.

TEXTO: Soraia Pires (com AFS)
FOTOGRAFIAS: Reuters