Sabe o que significa a cor de cada casaco de Cláudio Ramos no “Big Brother 2020”?

Cláudio Ramos
Instagram Cláudio Ramos

À quarta gala do “Big Brother 2020”, o apresentador voltou a mudar a cor do casaco. Cláudio Ramos revela o segredo por detrás de cada modelo.

Começou com um casaco cor de gengibre na estreia, depois escolheu o verde, seguiu-se o azul e este domingo, na quarta gala, optou por um castanho. Cláudio Ramos ainda não repetiu uma cor no “Big Brother 2020” e esta madrugada explicou aos jornalistas o significado das cores, numa sala dos estúdios da Venda do Pinheiro, 30 minutos depois do programa terminar.

https://www.instagram.com/p/B_uK7u9nR9B/

“O fato vai variar entre os seis e os quatro botões porque é uma questão de conforto. Além de eu me sentir melhor com ele, porque aproveitei um que já tinha usado e mandei fazer de várias cores, há uma simbologia”, começa por admitir o comunicador.

https://www.instagram.com/p/B_vjwcPnbVK/

“Cada um tem a sua simbologia. O de hoje (castanho) tem a ver com terra, porque sem ela não vamos a lado nenhum. Nem que seja só na minha cabeça cada um tem o seu significado”, insiste.

https://www.instagram.com/p/CABXvSMHrav/

Cláudio Ramos acrescenta: “Na semana passada era o mar, tive também a beringela que é a cor da criatividade (era para ser um azul escuro, que será mais para a frente) e o verde vem da esperança”, explica.

View this post on Instagram

… A fotografia é de ontem. Estava a aplaudir os meus concorrentes que estão a dar a Portugal um reality como há muito não se via. Eles amam, brigam, discutem, tem vários pontos de vista e o seu contrário logo a seguir… São todos diferentes na maneira de encarar o desafio que não é fácil! Mas antes disso, este aplauso é para todos vocês que se juntam a nós e vibram com esta novela da vida real vigiada 24 horas por dia. Que mexe com pessoas, imprensa, sites da especialidade, fóruns de opinião, quadros de sondagens, conversas de rua, mesas de café, grupos de WhatsApp, tópicos de Twitter, ocupa as redes sócias… O @bigbrothertvi é isto. Um extraordinário formato e eu rebento de orgulho de estar à sua frente. Abençoado @nuno.sant0s que se lembrou da corajosa ideia, abençoada vida que me deu o ‘jogo de cintura’ onde fui agarrar o preparo para que, ao longo de uma noite tenhamos espaço para o improviso e que sem teleponto me permita viajar na montanha russa das emoções que um reality à seria nos oferece. Viverei 100 anos sem vos poder agradecer. Quem gosta de televisão sabe o que isto significa. Quem a vive percebe tão bem como eu. Quem a honra e lhe dá o espaço que tem nas nossas vidas sublinhará cada palavra deste post. . Obrigado a todos e boa semana! ❤️ . #euclaudio #claudioramos #bbtvi #bbrauneoficial #cavalinhooficial

A post shared by Claudio Ramos (@claudio_ramos) on

Finalmente, há um truque: Depois tenho uns ‘pockets’ (transmissores) atrás, que pesam muito e se os fatos se mudarem e o microfone for pesado vai abrir muito a lapela. É uma questão estética e de vaidade”, conclui o apresentador.