Eurovisão: Salvador Sobral faz apelo à consciência sobre crise dos refugiados

TEXTO: Ana Filipe Silveira

O participante português da Eurovisão usou uma camisola com a mensagem “SOS Refugees” (em português “SOS Refugiados”) enquanto concedia uma entrevista. Salvador Sobral quer dar projeção à crise mundial que está a afetar milhões de refugiados.

Salvador Sobral está a fazer uso da exposição mediática que tem tido nas últimas semanas, quer em Portugal como em toda a Europa, para fazer um apelo à cidadania sobre o problema social que o mundo está a enfrentar com a questão que envolve os refugiados.

Numa entrevista concedida esta segunda-feira pelo representante português na Eurovisão, é possível ver o cantor de 27 anos a usar uma camisola com uma mensagem política alusiva a este tema. “SOS Refugees” (em português “SOS Refugiados”) foi a frase escolhida pelo artista para ser estampada na peça de roupa.

A carregar vídeo...

Quando foi convidado do programa “5 para a meia-noite” (RTP1), no dia 27 de abril, Salvador Sobral já tinha mostrado intenção de usar a sua participação no certame de música para “dizer alguma coisa de interesse político”. “Alguma coisa sobre os refugiados. Mas tenho que pensar em alguma coisa muito rápida”, revelou a Filomena Cautela. “Salvador, tem de ser depois das votações”, brincou a apresentadora.

A atuação do irmão da também cantora Luísa Sobral no Festival Eurovisão da Canção é já esta noite. Nesta primeira semifinal, “Amar Pelos Dois” será o único tema a ser escutado numa língua que não a inglesa.