“Sem sirenes, por favor”, pede amiga de Demi Lovato em chamada para linha de emergência. Ouça aqui

Foi divulgada, por uma publicação norte-americana, a chamada telefónica na qual uma amiga de Demi Lovato pede que socorram a cantora. No final, uma súplica: “Sem sirenes, por favor”.

Pormenores sobre a noite que espoletou o internamento de urgência de Demi Lovato surgem dia após dia. Um dos mais impactantes foi noticiado esta quinta-feira, quando o site de entretenimento TMZ divulgou a chamada telefónica na qual uma mulher pede serviços médicos para auxiliar a intérprete.

No final do telefonema, ouve-se um pedido que pode indicar que os amigos com quem Demi Lovato estava na madrugada de terça-feira pretendiam manter a situação confidencial: “Sem sirenes, por favor”.

A resposta do profissional de saúde foi imediata. “Não, não, isto é uma emergência médica. Eu não tenho controlo sobre isso. Esta é definitivamente uma emergência médica e precisamos chegar aí o mais rápido possível”, considera, já depois de escutar a descrição do estado da artista por parte da mulher.

Chegados ao local, os paramédicos encontraram Demi Lovato inconsciente. A cantora foi medicada com Naloxona, que serve como antídoto para overdoses com heroína ou outros opiáceos, e imediatamente transportada para um hospital de Los Angeles, nos Estados Unidos.

Recupera agora da sobredosagem, de cuja substância ainda não foi confirmada. Amigos e familiares estarão ainda, segundo a mesma publicação, a tentar convencer a antiga estrela da Disney Channel a dar entrada numa clínica de reabilitação para que a também atriz trate a dependência de drogas.

TEXTO: Dúlio Silva

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.