Um silêncio profundo. O dia em que a emoção tirou João Baião do ar [com vídeo]

Há temas e temas. Tratar o da demência, pela proximidade que esta doença tem (ou pode ter) em qualquer um de nós, num programa de televisão não é fácil. João Baião, conhecido pela sua sensibilidade e humanismo, provou-o esta quarta-feira, em direto, na SIC.

Na emissão desta quarta-feira do “talk show” “Juntos à Tarde”, João Baião e Rita Ferro Rodrigues entrevistaram uma representante do projeto “Café Memória”, que apoia doentes com problemas de memória ou demência e os seus cuidadores, e uma das utentes deste serviço, cujo pai necessita de cuidados médicos.

No final da conversa, e destacado para promover o passatempo telefónico de que o programa dispõe para os telespectadores, João Baião foi incapaz de fazê-lo. Sensibilizado com o assunto que acabara de tratar, tentou recomeçar o seu raciocínio por diversas vezes. Mas não conseguiu. A emissão do programa era ocupada por um silêncio perturbável e doloroso.

Rita Ferro Rodrigues, consciente da posição em que o seu amigo se encontrava, acalmou-o com um abraço. Mas não bastou. “Oh pá, eu não consigo”, afirmou, segundos depois, com a voz embargada e as lágrimas nos olhos.

“Foi uma conversa que o tocou e o perturbou.”
Rita Ferro Rodrigues

A apresentadora acabou por assumir o compromisso de promoção do passatempo. Descansando os espectadores do programa quanto ao estado da sua parelha, Rita Ferro Rodrigues destacou as suas qualidades enquanto ser humano.

Percorra a fotogaleria acima e veja as imagens mais marcantes da carreira de João Baião.

“O João é um homem maravilhoso, que nós temos o privilégio de conhecer muito bem e que se emociona com aquilo que é realmente importante na vida. […] Ainda bem que ele tem esta capacidade de não disfarçar as coisas porque, se disfarçasse, já não era o nosso João”, referiu.

O momento foi captado por um espectador do “Juntos à Tarde”, que o colocou online. Veja-o agora:

A carregar vídeo...

TEXTO: Dúlio Silva