Will Smith pensou em matar o pai e sabia como fazê-lo

Will Smith
Fotografia: Jon Kopaloff/Getty Images/AFP

A confissão está na recente autobiografia do ator norte-americano: vítima de violência doméstica, Will Smith pensou matar o pai e tinha um plano para pôr o assassinato em prática.

Acabou de sair e já está a causar polémica. Na autobiografia que Will Smith escreveu e que está disponível nas livrarias desde o passado dia 9, o ator admite que pensou matar o próprio pai – que já morreu de cancro, há cinco anos -, e que até já tinha um plano preparado. Tudo devido à alegada violência doméstica que terá sofrido na infância e adolescência, antes de se tornar num dos atores mais conhecidos de Hollywood, em Los Angeles, nos Estados Unidos.

O intérprete, de 53 anos, lembra na obra “Will” que os primeiros pensamentos “obscuros” começaram a surgir quando, aos nove anos, assistiu ao pai a dar um violento soco na mãe, que desmaiou. O rancor instalou-se e, além de querer “vingar” a progenitora, pensou mesmo num plano. Mais: desde cedo a estrela de cinema estava convicto que nunca ninguém o apanharia, por ser quem era. “Podia empurrá-lo pelas escadas abaixo e sair impune tranquilamente. Sou o Will Smith, ninguém ia acreditar que eu tinha matado o meu pai de propósito! A minha chamada para o 911 (112) seria digna de um prémio”, relata o ator na autobiografia.

Will Smith acrescenta que viu a mãe “cuspir sangue” e que esse momento o “definiu”. “Arranjei uma série de desculpas por não ter agido naquele dia. Por ter falhado à minha mãe. Por não ter enfrentado o meu pai. Por ser um cobarde”, confessa o artista, que se notabilizou na série “O Príncipe de Bel Air” com 230 milhões de euros faturados desde 2011.

Recentemente, Will Smith foi acusado de violação por um ator da Disney. Orlando Brown garantiu que os alegados abusos terão sido mesmo combinados com o cantor Michael Jackson. “Violaste-me quando era criança e ainda tentas livrar-te disso! Sempre que te vejo quero cortar-te o pescoço”, disse num vídeo a estrela da série “That’s So Haven”

Will Smith é casado com Jada Pinkett Smith, de 50 anos e os dois têm uma relação que a estrela de cinema considera “aberta”, depois de múltiplos rumores de infidelidade mútua nos bastidores de Hollywood. “Jada nunca acreditou num casamento convencional. A monogamia foi o que escolhemos… na maior parte do relacionamento”, confessou à revista “GQ”.