António Pedro Cerdeira lembra mãe: “Veres uma pessoa a transformar-se num cadáver à tua frente é complicado”

António Pedro Cerdeira
Fotografia: Instagram António Pedro Cerdeira

António Pedro Cerdeira recordou, este sábado, 5 de junho, a sua mãe, afirmando que foi “complicado” assistir à decadência física da progenitora que lutou contra a leucemia.

O ator, que integra o elenco da novela “A Serra”, da SIC, abriu o livro, no programa “Alta Definição”, sobre a mãe, que morreu aos 80 anos quando estava a fazer tratamentos de quimioterapia.

“É um buraco que fica em ti, acho que não ficas melhor pessoa, ficas mais pobre”, afirmou, referindo de seguida que este é o primeiro trabalho que a sua mãe não vai ver. “Era a minha grande fã”, acrescentou.

“Tu veres uma pessoa, de repente, a transformar-se num cadáver à tua frente é muito complicado”, lembrou António Pedro Cerdeira sobre o estado de saúde em que a sua mãe se encontrava.

“É um processo de cura que eu acho que nunca se cura”, rematou o ator em conversa com o apresentador do formato e diretor de Programas da SIC, Daniel Oliveira.