António Raminhos desabafa sobre a doença mental: “Não consigo controlar”

Fotografia: Instagram de António Raminhos

António Raminhos esteve à conversa com Manuel Luís Goucha, esta quinta-feira, dia 7 de outubro, e abriu o seu coração nunca entrevista franca.

Em entrevista no programa “Goucha”, da TVI, o humorista, de 41 anos, contou como é viver com transtorno obsessivo-compulsivo.

“Acho que é importante sabermos a origem das coisas por uma questão de identificação, mas a partir daí bola para a frente”, explicou.

O autor de “Somos Todos Estranhos” confessou que também existe uma componente genética, pois já o seu pai e a sua tia tinham o mesmo problema.

“Acho que sempre implicou um sofrimento na minha vida. Não consigo controlar, ninguém controla aquilo que pensa”, continuou à medida que recordava o momento em que pensou que tinha contraído uma doença quando o barbeiro lhe fez um golpe.

Digo que quem lida com questões da perturbação obsessiva-compulsiva vive como um toxicodependente ou como um alcoólico. O obsessivo procura aquela compulsão para encontrar alívio também”, rematou.