Cantora Nucha recorda cancro há dez anos: “Foi-me dada uma oportunidade para viver”

Nucha
Fotografias: Facebook Nucha

Nucha teve um cancro em 2010 e recordou, esta sexta-feira, no Facebook a fase mais complicada da sua vida.

“Em maio de 2010 tudo parecia normal até sentir algo diferente ao apalpar o meu peito!
Era algo que não pertencia ali e até doía…”. É desta forma que a cantora Nucha recorda a sua dura luta contra o cancro, há dez anos. A intérprete publicou um longo texto no Facebook a recordar o momento delicado na sua vida.
“Ao achar estranho resolvi marcar logo consulta e logo uns dias depois fiz uma mamografia e ecografia mamária! Ao analisarem, viram uma espécie de massinha que poderia não ser nada, mas no entanto pediram para fazer uma biópsia! E assim foi… Dias depois e por email recebia o resultado inesperado… carciroma!” acrescentou Nucha.
“Palavra na altura desconhecida para mim, mas imponente ao ponto de perceber que era o que nós chamamos de cancro! Claro que foi um choque… Mas ao olhar ao meu redor e ver o pânico da minha família, uma força inexplicável apoderou-se de mim. Não chorei! Pelo contrário. Ri talvez de nervos. Ainda hoje não sei bem”.
“Fiz a minha tour toda em silêncio com a operação marcada para dia 6 de setembro de 2010! Na véspera estava em Vale de Cavalos em espetáculo! Saí quase diretamente para o IPO de Lisboa para a operação! Única vez que chorei”, admitiu.
“Estava a entrar para a sala de operações e a minha filha agarra-se a mim a chorar..
Não consegui conter-me… Foi a única vez que ambas chorámos! Um mês depois comecei os tratamentos”, prosseguiu.
Foram “seis quimioterapias espaçadas de três em três semanas e 36 sessões de radioterapia”.
“Sobre a quimioterapia posso dizer que foi o mais marcante… Senti-me morrer para viver, mas sempre com aquela força que falei no início… Ficar sem cabelo para a maioria das Mulheres é a tragédia… Somos todas diferentes… Para mim foi o mal menor e assumi a minha carequinha com muito orgulho… Usar um lenço para mim era como se tivesse um rótulo na testa a dizer: CANCRO!”
“Já lá vão dez anos e faço todos os anos mamografias e ecografias e graças a Deus está tudo bem. Foi-me dada mais uma oportunidade para viver e quero agarrá-la com todas as minhas forças!” rematou Nucha.