Casa de Taylor Swift em Rhode Island invadida por fã

Taylor Swift
[Fotografia: SUZANNE CORDEIRO / AFP]

Uma mulher foi detida esta sexta-feira, 7 de julho, pelas autoridades norte-americanas, após ter invadido a casa de Taylor Swift em Rhode Island.

Uma mulher foi presa por ter alegadamente invadido a casa de Taylor Swift em Rhode Island, nos Estados Unidos, avançou o TMZ.

O chefe de Departamento de Polícia de Westerly, Paul Gingerella, disse à publicação que foram enviados polícias à propriedade da cantora na tarde de segunda-feira, 3 de julho, para detetar um invasor. Quando chegaram ao local, detiveram uma mulher que teria, supostamente, sido avisada para se manter fora da casa de Taylor Swift.

Na frente da casa, existem três placas a dizer que é proibido ultrapassar. Segundo relatos de testemunhas, o segurança particular da cantora norte-americana pediu à mulher para sair, mas esta recusou.

Esta não é a primeira vez que tentam invadir a casa da intérprete. Em 2019, um homem foi detido. O suspeito carregava uma série de armas brancas, mas nunca ficou claro qual era o objetivo da suposta invasão.

Recorde-se que Taylor Swift irá atuar no Estádio da Luz, em Lisboa, no próximo ano. Os bilhetes, que dão acesso aos espetáculos de dia 24 ou 25 de maio, serão colocados à venda no próximo dia 12 de julho.