Celebridades utilizam antidiabéticos para emagrecer

Oprah Winfrey hospitalizada
[Fotografia: Frederic J. Brown / AFP]

Oprah Winfrey e Rebel Wilson são duas das celebridades que recorreram a fármacos antidiabéticos, nomeadamente o Ozempic, para perder peso.

São os novos aliados das celebridades, no que diz respeito à perda de peso. Fármacos antidiabéticos, como o Ozempic e Wegovy, têm sido utilizados por grandes nomes da indústria, sendo Oprah Winfrey um dos casos mais mediáticos.

A apresentadora norte-americana, de 70 anos, travou, durante grande parte da carreira, uma dura batalha contra o excesso de peso. Em 2021, rendeu-se aos injetáveis e já emagreceu cerca de 20 quilos.

“O facto de poder ter acesso, durante o meu tempo de vida, a medicação clinicamente comprovada para controlar o peso e permanecer mais saudável, parece um alívio, uma redenção, um presente. Não é algo que deva esconder para ser ridicularizada mais uma vez”, disse, em declarações à revista “People”.

Rebel Wilson é outro dos casos flagrantes. A atriz, de 44 anos, perdeu 35 quilos e recorreu ao medicamento para manter o peso, embora já não o utilize. Ao jornal britânico “Sunday Times”, falou sobre o tema: “Alguém como eu pode ter um apetite insaciável por doces, por isso penso que essas drogas podem ser úteis”.

Sharon Osbourne emagreceu drasticamente, após ter começado a tomar o fármaco. Com menos de 45 quilos, a mulher de Ozzy Osbourne, de 71 anos, alertou para os riscos associados.

“Estou muito magra e não consigo engordar. Quero [engordar] porque sinto que estou muito magra. Tenho menos de 45 quilos e não quero me pesar. Cuidado com o que desejam”, contou ao “Daily Mail”, em novembro do ano passado.

Por outro lado, existem várias figuras públicas que negam a utilização de antidiabéticos no processo de emagrecimento, como é o caso das irmãs Kim Kardashian, de 43 anos, Khloe, de 39 e Kylie Jenner, de 26.