Katia Aveiro sobre Cristiano Ronaldo: “Queria que ele viesse para casa”

Katia Cristina
Fotografia: Instagram Katia Aveiro

Cristiano Ronaldo tem recebido algumas críticas por ter deixado o relvado enquanto a equipa da Seleção Nacional festejava a vitória contra a Suíça, esta terça-feira, 6 de novembro e uma das irmãs já se manifestou.

Nas redes sociais são vários os rostos que se têm manifestado a favor do “capitão” da Seleção Nacional, nomeadamente, a sua irmã, Katia Aveiro.

Portugal ganhou. Graças a Deus. Novos talentos brilharam. Maravilhoso. Vamos ganhar isto? Eu Acredito que sim!”, começou por escrever nas redes sociais.

“No campo gritaram por Ronaldo. Não foi por Portugal estar a ganhar… E não sou eu que digo isto. O mundo assistiu… Porque será? Ainda bem que Portugal ganhou … (já vi Portugal ganhar tantas vezes)”, acrescentou.

“E nem isto invalida a pequenez de grande parte do povo português. E isto é que o que não está bem, porque continuam a maldizer, continuam a insistir na ofensa e na ingratidão. Triste demais com o que leio e escuto não aqui no Qatar mas no meus país no país dele… Triste mesmo”, continuou.

“Queria tanto que ele viesse para casa, deixasse a seleção e se sentasse do nosso lado para o abraçarmos e dizer que está tudo bem, fazê-lo lembrar o que ele conquistou e de que casa ele veio, queria tanto que ele não fosse mais para lá, a gente já sofreu que chegue (eles nunca irão saber o quanto) tu és grande e os pequenos não percebem o quão enorme tu és…”, acrescentou.

“Vem para a tua casa. Que é onde te compreendem e onde te abraçam. Como sempre foi. Onde tens toda a gratidão. E não ingratidão. Obrigada, Ronaldo. Eu queria muito… Mas decidas o que decidires estamos contigo. Até à morte. Obrigado”, rematou.