Nucha desabafa sobre falta de oportunidades e garante: “Não estou velha para cantar”

Fotografia: Instagram de Nucha

Nucha recorreu às redes sociais para desabafar sofre a “mágoa” que sente com a falta de oportunidades que tem tido no mundo da música.

A intérprete escreveu um longo texto, que partilhou no Facebook, no qual criticou severamente a indústria musical.

“Talvez seja a primeira e última vez que vou fazer um desabafo de uma mágoa que me consome! Venho falar de Nucha cantora! É óbvio que passei uma vida de entrega de alma e coração à música! Tudo mudou… Não é de agora… Há muito tempo que tudo mudou! Até diria anos!”, começou por escrever.

“Anos que senti uma humilhação tremenda e arrasadora por nunca saber com o que contar! Tenho espetáculos? Não tenho espetáculos? Já há muito que me autointitulo de a rainha de ‘apaga fogos’! Sempre disponível para tudo e todos! Quantas e quantas vezes a tapar os buracos de quem falta à ultima da hora e aí sempre lembrada! ‘A Nucha de certeza que nos safa desta!’! E sim, lá estava eu!”, disse a seguir.

“As vezes que fui confrontada com cachets inacreditáveis (que muitas vezes recusei)! Diziam que se não aceitasse a verba teriam de levar outros artistas! Uns fiz por extrema necessidade, outros dizia mesmo que levassem quem aceitasse! O tempo foi passando e eu fui continuando a tapar buracos, não com o intuito de ser recompensada, mas porque é da minha natureza ajudar!”, desabafou.

De seguida, a cantora lembrou ainda um dos seus últimos trabalhos: “Em 2020 lanço em plena pandemia um tema lindíssimo do nosso Ménito Ramos! ‘Por ti quebrei regras!’.
Era para comemorar os meus 30 anos de carreira, fora aqueles dez que não contabilizei por terem sido antes do Festival da Canção em 1990, que foi a rampa do meu lançamento a solo e que me tornou conhecida de todos vós!”.

“O que aconteceu com o ‘Por ti quebrei regras?’ Nada! Levei algumas vezes às televisões (muito poucas), mas os convites para programas continuam a ser para cantar a música do Festival! E o pior é que tenho de fazer playback com voz de 1990… Dói… Dói ter investimento em algo novo e atual e não poder mostrar ao mundo! Quando peço para ser a nova, dizem que é uma balada e os programas querem coisas alegres!”, acrescentou.

“A sério? Onde ficam as baladas? É muito frustrante… Como última tentativa – e digo última porque estou cansada e desiludida com o panorama musical -, gravei mais um tema do nosso Ménito e desta vez em dueto com alguém que para mim é muito especial! O nosso querido Paulo Gato da boysband Milénio! Para mim perfeito para fazer algo novo e super actual! E ficou!”, afirmou.

“Agora chega a altura de fazer promoção em TV seja em que canal for! Posso dizer que o Gato já enviou emails e nem respostas obtém! Para mim é o aumento da mágoa que me atormenta! Já não me apetece fazer parte deste mundo musical em que vivemos… Já não me apetece sentir desprezada e não é por vocês aqui no meu pequeno cantinho, mas grande em amor e respeito que têm para comigo!”, lamentou.

“Não estou zangada sequer… Estou mais uma vez desiludida e até irritada porque acho que não mereço! Que me apontem uma vez que não tenha sido profissional! E não! Não estou velha para cantar! Estou bem e quando canto na minha Taskinha Dos Sabores II sinto os aplausos sentidos do público! E ali sou feliz!”, confessou.

“Aqui no nosso país irmão, para não ir mais longe, os artistas à medida que vão passando os anos, mais respeito e acarinhados são pelo seu país! E não falo do povo, porque o povo gosta de nós, mas só pode consumir o que lhes dão! Vou ainda tentar lançar este trabalho com o Gato! Eu disse tentar, pois pode ser que se tapar mais uns ‘buracos’, nos deem essa oportunidade!”, disse.

“Sim estou a ser irónica sem medos! Já chega de ter medo de falar por ter de seguida retaliações! Já não aceito retaliações porque não aceito o que não mereço! Que bom que Deus me deu outros dons onde posso ser feliz! Já agora fica aqui registado que não pago para cantar! Todo o trabalhador é digno do seu salário e eu não sou excepção! Vou continuar a cantar? Não sei! Só sei que estou cansada de lutar e remar contra a maré!
Pronto! Disse! Sou maluca? Talvez! Vou ganhar alguma coisa com este desabafo?
Certamente não! Mas pelo menos nada fica por dizer!”, garantiu.