Sérgio Rossi “preso” há quase três meses na Austrália: “A minha filha tem medo de sair de casa”

Sérgio Rossi
Fotografia: Instagram Sérgio Rossi

O cantor viajou em março para a Oceania para alguns concertos, mas acabou por dar apenas um devido à pandemia da Covid-19. Agora, espera voltar no fim do mês a Portugal.

“Preso” há quase três meses na Austrália. Sérgio Rossi está em Melbourne, em casa de dois lusodescendentes de Aveiro – a quem chama “pais australianos -, após ter dado um concerto em Sydney, contratado pelo consulado português.

“Vim fazer uma festa, era para atuar também em Melbourne e, depois, na Nova Zelândia, mas já não consegui fazer esses dois concertos, porque as regras de confinamento por causa da Covid-19 começaram a impor-se”, referiu esta manhã o artista n’”O Programa da Cristina”, na SIC.

https://www.instagram.com/p/B_42KDypuxc/

“A Austrália, neste momento, está a levantar as restrições, estou aqui há quase três meses mas, na próxima semana, já penso voltar a Portugal”, acrescentou.

Em Melbourne, Sérgio Rossi está em casa dos “pais australianos”, dois lusodescendentes de Aveiro: “Conheço-os desde 2015 e sou hóspede há quase três meses”.

Longe dos dois filhos, o cantor não esconde as saudades: “Quando ando em digressão um mês, nos Estados Unidos e Canadá, eles estão habituados, mas mais do que isso, não. Em Portugal vivemos relativamente próximos e estão muito comigo. Sou um pai muito afetivo e a minha filha, que é o meu braço direito, está cheia de precauções e até tem medo de sair de casa. Nós aqui nos shoppings na Austrália nem usamos máscaras”, concluiu Sérgio Rossi.