Mundial 2018: Jornalista brasileira alvo de assédio por parte um adepto. Eis o vídeo do momento

Julia Guimarães, jornalista brasileira, foi alvo de assédio quando se preparava para uma reportagem em direto. Esta não é a primeira vez que este tipo de situação acontece no campeonato de futebol mundial, na Rússia.

O momento ocorreu este domingo, segundos antes de a repórter entrar em direto para a SporTV, canal brasileiro que pertence à Globo. Um adepto surgiu e tentou dar um beijo na cara de Julia Guimarães.

A profissional sentiu-se desrespeitada e, descontente com a situação, fez questão de explicar ao referido adepto que este tipo de situação não se pode repetir com outras mulheres.

“Nunca mais faça isto. Não lhe dei permissão para fazer uma coisa destas. Isto não foi educado e não está certo. Nunca faça isto a uma mulher. Respeito”, respondeu rapidamente a jornalista.

Veja o episódio em questão aqui:

A carregar vídeo...

Tanto em entrevista ao canal de televisão como através do seu perfil de Twitter, Julia revelou que foi a “segunda vez” que esta situação “triste e vergonhosa” lhe aconteceu durante a cobertura da competição na Rússia.

“Nunca passei por isto, Brasil, mas que fique bem claro que é por sorte mesmo, porque acontece muito. No Brasil, já vimos várias vezes acontecer com colegas da imprensa. Estou a passar por isso aqui na Rússia, desde olhares agressivos até piropos em russo, que obviamente não entendo, mas sinto”, revelou à SporTV.

Veja a galeria de imagem acima e conheça melhor a repórter brasileira.

TEXTO: Tiago Firmino