Não terá sido inédito, mas emocionante foi, com toda a certeza. Um comissário de bordo pediu a namorada em casamento a mais de 30 mil pés. E nem a turbulência impediu o “sim”…

“Senhores passageiros, este voo terá a duração de 2h30, uma altitude de 36 mil pés e previsão de alguma turbulência”. Assim começou para o comissário de bordo Jon um voo doméstico entre Detroit e Oklahoma, nos Estados Unidos.

A comunicação aos passageiros não ficou por aqui. “Este é um dia muito especial para mim e para a Lauren. E eu quero que este dia seja lembrado para o resto das nossas vidas. Eu quero passar o resto da minha vida com ela”.

Em seguida, Jon já não inovou e cumpriu a tradição: ajoelhou-se, ofereceu-lhe o anel de noivado e pediu a namorada em casamento.

Lauren, a namorada e hospedeira de bordo da mesma companhia e do mesmo voo, não estava a contar que o namorado fizesse tal coisa, tapou a cara com as mãos, riu-se, mas respondeu ao pedido com um “sim”, para gáudio dos passageiros.

Segundo a edição online do jornal britânico “The Independent”, o casal conheceu-se durante um voo e fazia nesse dia aniversário de namoro.

TEXTO: Carlos Carvalho